sábado, janeiro 27, 2007

Para uma grande Amiga


Uma ponte! União entre dois extremos!
É por aqui que que nos perdemos. Eu e a minha quatro patas. Caminhando ouço-a correr, pular, saltar. Meia volta e aparece de novo. Orelhas esvoaçantes, olhos alegres, vamos procurar o que ficou perdido no tempo. Procuramos o que nos foi dado para depois nos ser retirado sem tão pouco disso nos termos apercebido. Não precisamos falar... a palavra para nós não existe. Basta o olhar! O tempo... esse está garantido!
Num olhar está permitida a total liberdade. Sem pressa vou andando e ouvindo as folhas a cederem sobre o meu peso. Para além disso, silêncio total! Só estamos as duas mais a natureza que nos envolve. Correria louca que lá vai... feliz por estar com a sua dona! De repente... splashhh, ganidos e água por todos os lados. "Grande tonta, tanto correste que nem deste pelo lago que tinhas à tua frente. Sai daí! Só te dou uma ajudinha!!" E, lá vem ela, já nem se lembrando do susto que apanhou. Continua correndo, da cor da vegetação, quase não se vê. Mas ouço-a! É um vai e vem tresloucado à minha frente.
A brisa que corre ajuda a colocar os pensamentos em ordem.
Finalmente, chegamos a nossa casa. Abro a porta e, claro "Primeiro as senhoras de quatro patas"!!! Breve passeio pelos aposentos, não vá haver algum intruso... mas não! Estamos sózinhas com as nossas recordações. A nossa musica toca, o nosso piano está no mesmo sitio onde sempre esteve e para terminar um belo pulo para cima do sofá, onde está quentinho e onde gostamos de nos sentir. Uns olhinhos perguntam "E agora dona, para onde vais?"... Basta-me olhar para ela para que perceba que não terá mais que se separar da sua Dona! Com um suspiro... adormece sentindo a minha presença e ... tendo a certeza que os Amigos nunca se separam!

17 comentários:

isabelnurse disse...

Olá,
Como estás amiga desaparecida?
Que saudades das nossas conversas,
eu continuo aparecendo, por aqui e por ali, quem não nos reencontraremos.
Beijo
Isabel

DE PROPOSITO disse...

Olá.
Um monólogo retratando a convivência entre seres humanos e animais. Neste caso animais que se tornaram dependentes do ser humano. Em caso de liberdade não sei se conseguiriam sobreviver. Os animais sempre foram aixiliares do homem e companheiros.
Quero que estejas bem.
E desejo-te felicidades.
Um beijinho para ti.
Manuel

Isa&Luis disse...

Olá Querida Alexandra,

Gostei muito de te ler.

Tenho saudades tuas!

Beijinhos

Isa

mj disse...

Muito bonito escreveres assim!
Como são magníficos estes nossos amigos!Comunicando de outros modos, acompanham os momentos do nosso lado!

Os Amigos verdadeiros, passam as pontes do nosso lado, sempre!

Um beijo, mªjose

Menina do Mar disse...

Lindo texto!
Os animais são verdadeiramente nossos amigos!
Boa semana.
Bjs:

MARIA VALADAS disse...

Lindo texto!
Fiquei sensibilizada com o conteúdo.

Uma visita ao teu espaço...pelo braço de um amigo...a quem fico imensamente grata!

Tomei a liberdade de te linkar no meu blog...se houver problema, eu retiro!

Boa Semana.
Beijos da
Maria

RPM disse...

ó Alexandra.....

e quem tem um amigo de 4 patas....sempre, sempre junto...olho fechado mas nariz atento às mudanças de cheiros....um ser memorável, este meu Círo Augusto de Matos de Almeida

beijo amigo

RPM

Cadinho RoCo disse...

Que bela homenagem à "quatro patas". Só quem tem um animal assim sabe o que acontece. É incrível.
Cadinho RoCo

kuka disse...

Acho que só quem tem, ou teve a companhia de um cão, sente a magia deste texto.

Cusco disse...

Belo texto, muito bonito. Gostei da sensação de liberdade que encontrei no mesmo. Gostei da tua visita à minha casota e fica prometido:

Eu vou voltar
SE DEUS QUISER

Daniel Aladiah disse...

O melhor amigo da Mulher.
Um beijo
Daniel

TINTA PERMANENTE disse...

Talvez tenha sido uma ponte entre quaisquer acasos que me trouxeram aqui, mas achei-me num quadro de paz vespertina. E gostei!

Maria P. disse...

Excelente.
Eu fico sempre na dúvida, as pontes unem duas margens ou cortam um rio?

Beijinho*

Isabel José António disse...

Cara Amiga Alexandra,

O melhor (não único) deste belo texto é o final onde é afirmado (já não estou a ver o texto) que os amigos nunca se separam.

E lá vou eu para a causa mais profunda para essa afirmação.

Na Física Quântica (a das partículas subatómicas), quando duas partículas interagem uma com a outra, nunca mais deixam de interagir, estejam elas a que distância estiverem.

Se nós somos constituídos por biliões de partículas, tal também se passa com todos os seres existentes na Natureza.

E outra afirmação preciosa (continuo a não ter o texto visível) é "sentindo a sua Presença".

É que nós somos a PRESENÇA e a CONSCIÊNCIA dessa Presença. O nosso SER essencial é sermos A CONSCIÊNCIA que se estiver direccionada para o PRESENTE, tudo pode revolucionar. Definitivamente.

Um grande abraço e parabéns pelo texto.

José António

Luisa disse...

Eu não teno animais de estimação mas transpus este belíssimo texto para o entendimento entre dois amigos quer sejam humanos ou não.

MARIA VALADAS disse...

Eu tenho um cão que é uma doçura...
compreendo o monólogo a retratar o teu companheiro ( cão)!

Beijinhos e um bom fim de semana.

Maria

文章 disse...

餐飲設備 製冰機 洗碗機 咖啡機 冷凍冷藏冰箱 蒸烤箱 關島婚禮 巴里島機票 彈簧床 床墊 獨立筒床墊 乳膠床墊 床墊工廠 產後護理之家 月子中心 坐月子中心 坐月子 月子餐 銀行貸款 信用貸款 個人信貸 房屋貸款 房屋轉增貸 房貸二胎 房屋二胎 銀行二胎 土地貸款 農地貸款 情趣用品 情趣用品 腳臭 長灘島 長灘島旅遊 ssd固態硬碟 外接式硬碟 記憶體 SD記憶卡 隨身碟 SD記憶卡 婚禮顧問 婚禮顧問 水晶 花蓮民宿 血糖機 血壓計 洗鼻器 熱敷墊 體脂計 化痰機 氧氣製造機 氣墊床 電動病床 ソリッドステートドライブ USB フラッシュドライブ SD シリーズ