domingo, novembro 05, 2006

Voando para a liberdade!

Vincent Van Gogh
(…) "ser livre é inventar a razão de tudo sem haver absolutamente razão nenhuma para nada. É ser senhor total de si quando se é senhoreado. É darmo-nos inteiramente sem nos darmos absolutamente nada. É ser-se o mesmo, sendo-se outro. É ser-se sem se ser."

Vergílio Ferreira, in 'Nítido Nulo'
António Lança, www.olhares.com
(...)

Just watching the show
Over and over again
Knew it was time
He'd made up his mind
To leave his dead life behind
(...)
Spread your wings and fly away
Fly away, far away
Spread your little wings and fly away
Fly away, far away
Pull yourself together 'Cos you know you should do better
That's because you're free man
(...)
Nothing in this world, nothing would make him stay
(...)
Spread your wings and fly away
Fly away, far away ...
Spread Your wings, News of The Wolrd, Queen

20 comentários:

RPM disse...

olá amiga!

com muita actividade alguma coisa fica para trás....com pena, mas temos que saber fazer escaçadas de prioridade!

Liberdade!!! Perdia-a desde que vim para a Metrópole, depois da Guerra Civil em Angola...

Liberdade! Perdia-a desde que a Revolução dos Cravos fez criar uma sociedade invertida, com os revolucionários no poder e a perpetuarem, de uma maneira legalista o poder que criticavam em Salazar e Marcelo...

Liberdade! Perdia-a desde que as pessoas nestes 30 anos pós-25 de Abril não são democráticas, civilizadas, educadas e amantes da sua Pátria.

sempre a atropelar o próximo, a mesquinhar o próximo, a dizer mal do próximo, a fugir às obrigações civis, a cuspir no chão, a ser EGOÍSTA....

Venha uma nova Revolução.....e a canção Uma Gaivota, voava, voava terá outro sentido...

beijo

RPM

RPM disse...

"escaçadas de prioridade...."

deve ler-se: escalas de prioridade

beijo

RPM

Daniel Aladiah disse...

Querida Alexandra
A liberdade é tudo... mas não sabemos se somos mesmo livres.
Um beijo
Daniel

AnaGarrett disse...

Olá, Alexandra.
Esse quadro do gato e o novelo, no meu blog, não é o que está na exposição.
O da exposição é mais, muito mais comprido e o gato está em posição de ataque.
Beijos

AnaGarrett disse...

O "Sistema" está falido.

Bia disse...

OLá Alexandra! Nada como ter asas e poder voar...
Um belo hino á liberdade, adorei!
beijinho e resto de bom Domingo.

Papoila disse...

O que importa é saber voar... e até aqui voava de papel... agora voo num ecrã... Liberdade! Beijo

meialua disse...

Um belo post sobre liberdade. Adoro pinturas de Van Gogh! ;)
beijokas c carinho*

isabelnurse disse...

Olá Alexandra,
Liberdade construímo-la nós todos os dias um pouquinho, ao estar atentos, ao ser participativos, ao ser esclarecidos, ao exercer a nossa cidadania...
Depois vêm outras liberdades, a de ser feliz, a de fazer a escolha ou não, a de saber escolher os bons amigos, a de dizer não quando necessário e sim quando e porque queremos e a liberdade de saber esperar o que há-de vir e a liberdade de sentir o amor, o despeito, a injustiça, a dor, a desilusão e aproveitar os momentos de felicidade.
" O homem é, ao mesmo tempo espectador e actor no grande drama da existência"
Niels Bohr
Beijos
Isabel

Isabel José António disse...

Cara Amiga Alexandra,

Ser ou não ser, eis a questão. Desde tempos imemoriais que tal é assim. Uns retratam a situação duma maneira e outros de outra.

Então, deixo-lhe uma achega, ao abrir um livro que estou a ler, numa folha perfeitamente ao acaso e que passo a transcrever:

"...
O acaso é a ausência de causalidade. "Se não existe causalidade", escreveu Eddington (em 1929), "deixa de haver uma clara distinção entre o Natural e o Sobrenatural". A sugestão é que, nos saltos quânticos, o sobrenatural toma a dianteira. Ao nível quântico da realidade, a linha de demarcação entre o domínio do Natural e do Sobrenatural é nublada. Verifica-se que os dois domínios se fundem, como o físico com o metafísico, o mental com o material, o mecanicista com o teleonómico"

..."

Do livro "Em busca da realidade Divina-A ciência como fonte de inspiração", de Lothar Schafer, da Editora Ésquilo

E, do mesmo livro, uma outra pequena citação:

"...Verificamos que duas partículas que, de uma só vez, interagem e logo se afastam uma da outra, permanecem ligadas, como se fossem uma e a mesma coisa, independentemente de quão afastadas estão no espaço".

Pense um pouco nas citações que fez no seu post e nestas.

Depois conte-me o que acha delas, ok?

Um grande abraço

José António

deusa da lua disse...

muito se pode dizer sobre a liberdade....mas sera que somos realmente livres??


A verdadeira liberdade consiste somente em fazer o que devemos, sem sermos constrangidos a fazer o que não devemos.
(Jonathan Edwards)

deusa da lua disse...

o meu endereço www.olimpo2.blogs.sapo.pt

redonda disse...

Bonitas as palavras sobre a liberdade,e fiquei a pensar sobre o que lia (como em outras vezes... é engraçado como vir aqui me faz muitas vezes ficar a pensar depois no que li)
Um beijinho e uma boa semana

Carlos Henriques disse...

Olá Alexandra.
Fico sempre encantado...
Um mega beijo.

**outro beijo**

Anónimo disse...

Nunca se perde a liberdade!
Quem a perde é um ser humano perdido.

"Podem prender-me nestas 4 paredes, mas todos dias a minha mente irá vaguear pelas mais belas praias do mundo e serei mais feliz nessa altura"

prisioneiro anónimo de alcatraz!

"Spread your wings boy...

his boss said to him:
Now listen boy, you´re always dreaming, you really got no ambition..."

Who do you think that you are?

I´m the Funcking Queen´s Bass Player....

poeta_silente disse...

Ale!
A liberdade está dentro de nós. Somos livres, quando nos encontramos conosco mesmo. Quando entendemos o que somos e quem somos. Quando as auroras começam a brilhar dentro de nós mesmos, antes do dia clarear.
Somos livres, quando na hora que choramos, secamos nossas lágrimsa com o vento da esperança.
Somos livres, quando sabemos viver, em primeiro lugar, amando a nós mesmos, para, depois, podermos amar ao outro.
Somos livres... pq não há prisão para nossos pensamentos.
beijokinhas ternas
Miriam

Isa&Luis disse...

Olá Alexandra,

Gostei muito de te ler.

Sou livre! Quero voar e sentir a brisa
Como um beijo dado na fria aragem.

Beijinhos muitos para ti

Isa

pensamentos_vagabundos disse...

adorava ter asas:)
beijo vagabundo

DE PROPOSITO disse...

Ser livre. Será que somos mesmo livres?!... Se fossemos livres ninguém pagava IRS, a não ser que fosse louco. Não pensamos muito nisto, mas é interessante que somos condicionados a partir do momento em que nascemos. E a própria liberdade só vem após a morte.
Fica bem.
Um beijinho para ti.
manuel

Lee disse...

Bons ventos e bons pensamentos RPM, que os anarquistas ainda andam por aí, fechando os olhos ao mundo que imaginaram para não verem quão fechado ele seria sem regras. A liberdade alheia acaba onde começa a de alguém. Sejamos.