sábado, abril 26, 2008

Oxygéne


Jean Michel Jarre, é sem dúvida, um dos músicos mais extraordinários do mundo. Vanguardista, dotado de uma enorme capacidade de inovar, tanto a nível de composição musical, como em criar um mega espectáculo de música.(…)>a>




Paris, La Defense (1990), Rendez Vous, Laser Harp


(…) habitualmente só actua ao ar livre para milhões de pessoas, em lugares históricos à volta do mundo, escolher os Coliseus para apresentar o espectáculo completo do Oxygene é um momento raro (…)


(…)O regresso surge na altura em que comemora os 30 anos do lançamento do clássico Oxygène.



Um pioneiro na música electrónica que nos presenteou com um espectáculo fantástico.

Para quem conhece as suas apresentações, decerto pensou que poderia ver de tão especial num espaço tão reduzido…


Nada de especial mas… com pouco se pode ir muito longe!


Usando apenas instrumentos de há 30 anos, precisamente a idade do referido álbum e com uma simplicidade extrema a nível de palco ( apenas algumas luzes e um espelho que obliquamente reflectia teclados e todo o trabalho que é feito para a indução do som ouvido) fez a delícia da sala. Para quem simplesmente gostava de ouvir as melodias há tanto ouvidas e, para aqueles que conseguiam identificar os sons ouvidos e quem os tocava. E, é tão bela essa descoberta!!!





É sempre agradável vermos rostos que, em principio, não pensamos ver perto de nós.

À saída, ouvi a habitual referência a intervenções plásticas que possam ou não ter existido para a aparência actual. Sinceramente, essa parte pouco me importa. O interesse reside simplesmente naquilo que de emocional, intelectual ou cognitivo ainda pode partilhar!

10 comentários:

Fenrisar disse...

See Please Here

DE-PROPOSITO disse...

Nada de especial mas… com pouco se pode ir muito longe!
-------------
Nem sempre. É que o pouco, é sempre pouco. No entanto, e neste caso, pode ser que o pouco, SEJA MUITO.
Fica bem.
E a felicidade por aí.
Manuel

Piratas e Espadachins disse...

Cara Amiga,

Regressámos! E estamos no Baleal...

Venha logo visitar-nos
Que nunca faremos mal
A quem venha procurar-nos
Nas traseiras do quintal...

Os Piratas

david santos disse...

Olá, Alexandre!
Passei para te desejar um bom lº de Maio.
Haté sempre.

Luis F disse...

O Mar de Sonhos está a celebrar o seu primeiro aniversário. Venho assim agradecer a todos os amigos, aos leitores, a todos os que me ajudaram ao longo deste ano de vida.

O meu obrigado pelo vosso carinho e amizade.

Com amizade

Luis F

Maria P. disse...

Nada de especial...quando esse "nada" afinal é tanto...

Beijinho(S) Amiga*

Daniel Aladiah disse...

Querida Alexandra
Tudo é produzido, desde a música à aparência e nenhum mal vem ao mundo com isso.
Um beijo
Daniel

Mocho Falante disse...

Ora viva

o mocho falante vai entrar num período de ausência por tempo indeterminado. Deixo-te aqui uma beijoca especial de agradecimento pelas tuas visitar

Å®t Øf £övë disse...

Alexandra,
Tiveste a felicidade de viver um momento que deve ter sido único.
Beijinhos.

poeta_silente disse...

Obrigada...
fantástico.
Não conhecia. Estou afastada do meio musical secular. E, incrivelmente, fascinei-me com esta apresentação.
Obrigada, mais uma vez.
Bjos
Miriam