quinta-feira, maio 10, 2007

The dance of life

Edvard Munch - The Dance of Life
A vida tem todas estas cores e movimentos. Mas também tem paragens para pensar ou, simplesmente esperar...
PS: Por falta de tempo é-me impossível passar pelos espaços dos que aqui têm deixado a sua mensagem. Desde já deixo o meu agradecimento não só a esses como também aos que passam embora não se pronunciem. Obrigado a todos!

9 comentários:

david santos disse...

You are MASTER! Thank you.
Brilhante, Alexandra, brilhante!
Hoje tenho andado a espreitar alguns cantos e estou espantado com o que tenho visto: coisas belas, mesmo.
Parabéns.

Isabel José António disse...

Querida Amiga Alexandra,

Tudo na vida é cíclico! O que variam são as durações desses ciclos. Podem ser microssegundos comos podem durar biliões de anos.

Há um tempo para se conceber ou idealizar; outro para pensar; outro ainda para criar ou gerar; outro ainda para que aquilo que foi criado, possa existir; e, por fim, fenecer, ou passar para outro estado de vibração o qual chamamos morte, devido aos nossos "aparelhos" naturais não estarem suficientemente desenvolvidos para captar esse estado. Os "aparelhos" artificiais já vão dando uns pequenos vislumbres desse outro estado em que a energia vibra a outros níveis.

Todo o tempo tem tempo. Todo o tempo ocupa espaço. Quando o tempo e o espaço deixam de existir ou se fundem, existe a eternidade ou essa intemporalidade sem tempo nem espaço.

Um grande abraço e parabéns pela reflexão.

José António

redonda disse...

Às vezes parece-me que faltam as paragens e que precisava de dias com mais horas...
De repente tive a noção de algo estranho. Falta o Freddie Mercury. Será do meu computador ou uma opção? Eu gostava de o ouvir e é engraçado como comecei a associá-lo ao teu blog.
Um beijinho e uma boa semana

Bruxinhachellot disse...

Há tempo para criar, tempo para sentir, para relfetir, tempo para descansar. Use o seu tempo com sabedoria.

Beijos de terra e de fogo.

Isa&Luis disse...

Olá Querida Alexandra,

Gostei de ler.

Dizem sempre que o tempo muda as coisas, mas na realidade somos nós próprios quem tem de as mudar.

(Andy Warthol)

Beijinhos muitos

Isa

DE-PROPOSITO disse...

A vida tem cores, movimentos e muitas coisas mais.
Desejo que estejas bem.
E a felicidade juntinho de ti.
Manuel

Sailing disse...

parabens pelo blog e pelos textos

Som Do Silêncio disse...

Realmente a vida é feita de pequenos momentos que juntos formam a nossa existência.

Beijitos

alexia disse...

Entre cores, movimentos…paragens ou esperas…há o tempo que dedicamos a quem presente ou ausente nos faz sorrir com ternura!
Bom fim de semana!