segunda-feira, outubro 09, 2006

Para uma Amiga ...

A felicidade é um estado permanente que não parece ter sido feito, aqui na terra, para o homem. Na terra, tudo vive num fluxo contínuo que não permite que coisa alguma assuma uma forma constante. Tudo muda à nossa volta. Nós próprios também mudamos e ninguém pode estar certo de amar amanhã aquilo que hoje ama. É por isso que todos os nossos projectos de felicidade nesta vida são quimeras.
Aproveitemos a alegria do espírito quando a possuímos; evitemos afastá-la por nossa culpa, mas não façamos projectos para a conservar, porque esses projectos são meras loucuras. Vi poucos homens felizes, talvez nenhum; mas vi muitas vezes corações contentes e de todos os objectos que me impressionaram foi esse o que mais me satisfez. Creio que se trata de uma consequência natural do poder das sensações sobre os meus sentimentos. A felicidade não tem sinais exteriores; para a conhecer seria necessário ler no coração do homem feliz; mas a alegria lê-se nos olhos, no porte, no sotaque, no modo de andar, e parece comunicar-se a quem dela se apercebe. Existirá algum prazer mais doce do que ver um povo entregar-se à alegria num dia festivo, e todos os corações desabrocharem aos raios expansivos do prazer que passa, rápida mas intensamente, através das nuvens da vida?



Jean-Jacques Rousseau, in 'Os Devaneios do Caminhante Solitário'

Fonte: O Citador

9 comentários:

Anónimo disse...

Que lindo,
(...)
Com a tristeza acender a alegria
Com a miséria atear a felicidade
E no céu inocente da visão
fazer pulsar um pássaro por vir
Fazer voar um novo coração.
Alexandre O'Neill

O B R I G A D A
I.A
Lindo o Ramo de flores...

Tó Luis disse...

Oi Alex...
Não tenho duvidas que ás vezes fazemos das palavras dos outros as nossas...não sou muito de escrever como tu sabes , prefiro a imagem e tenho ocasiôes que lendo as palavras dos outros digo para mim mesmo ...( é isto mesmo que queria dizer), o sentimento existe , as emoçôes estão cá e a minha possibilidade de expressão está naquilo que me conheçes...
O que aqui trazes hoje tem um pouco de mim de ti e de tantas pessoas , é certo que se calhar há algumas pessoas que passam ao lado , ainda bem para elas ou não...o futuro o dirá...

Como sempre é gratificante estar aqui no A KIND OF MAGIC II , acho que ao ter-nos conhecido pessoalmente foi uma mais valia para ambos...

Um beijo para ti e tudo de bom...
( puz na Galeria uma parte nova , interátiva a onde fiz regressar o Av.dos bons coraçôes , vai vêr quando puderes)

Tó Luis disse...

Oi...de novo...
Definitivamente o teu (Avenida dos Bons Coraçôes)...foi bom recordar , já faz uns mesês que a pintura está nas tuas paredes e não mais a vi , ontem lembrei-me de a pôr juntamente com as presentes na Galeria , foi de alguma forma re-viver aquele sentimento das causas humanitárias e dizer por imagem que há sempre alguém pronto para ajudar o próximo...
Beijos e Feliz noite em paz...

Anónimo disse...

Felicidade, eternidade, paixão, são estados tão perenes, como perene é a nossa visão da vida. E porque tudo muda, até nós próprios mudamos até não mais nos reconhecermos, nunca sabemos se estamos a viver um desses estados, até ele ter terminado. Porque até a eternidade tem um fim nas nossas vidas finitas... Beijos

isabelnurse disse...

Olá Alexandra,
Bonita a tua homenagem a essa amiga, lembrei-me de uma frase que me marcou há uns anos de um escritor que adoro, Miguel Torga.
"Recomeça... se puderes, sem angústia e sem pressa e os passos que deres, nesse caminho duro do futuro, dá-os em liberdade, enquanto não alcances não descases, de nenhum fruto queiras só metade."

Um beijo
Isabel

meialua disse...

A vida é feita de mudanças...

beijokas*

Daniel Aladiah disse...

Querida Alexandra
Sempre nos preocupamos com a felicidade...
Um beijo
Daniel

Isa&Luis disse...

Olá querida Alexa,

Lindo! lindo este texto que nos faz caminhar ate flutuar á procura de novos caminhos.

jinhos

Isa

redonda disse...

Gosto muito de ler o que "postas". Muitas vezes fico a pensar depois naquilo que leio aqui.
Um beijinho