domingo, setembro 16, 2007

Leituras.

Pintura de Van Gogh
"- Este lugar é um mistério, Daniel, um santuário. Cada livro, cada volume que vês, tem alma. A alma de quem o escreveu e a alma dos que o leram e viveram e sonharam com ele. Cada vez que um livro muda de mãos, cada vez que alguém desliza o olhar pelas suas páginas, o seu espírito cresce e torna-se forte."
Zafón, Carlos Ruiz, A Sombra Do Vento, pp 14.
Quem gosta de livros, de alguma forma identifica-se nestas palavras.

14 comentários:

Maria P. disse...

Claro que sim.

Beijinho, boa semana*


P.S. Nem sempre concordo com "a voz do povo" gosto de "provocar":)e acredita que concordo mais contigo.

Manuelinho disse...

cada livro encerra entre as capas mistérios insondáveis e sabedoria. Excluindo, claro os da Margarida Rebelo Pinto.
Bjs

alexandrecastro disse...

bom é o livro que se abre com expectactiva e que se fecha com prazer. tal como as suas palavras...escritas aqui e ali...!beijinho alexandre

Barão Van Blogh disse...

"...Um pássaro de fuligem do pincel cai
De asas abertas inesperado livre vai..."

Desejos de uma boa semana .

triliti star disse...

um livro é um mundo.
há toda a espécie de mundos.

não me lembrava deste van gogh.

é bom quando me elmbro de passar por cá...

carteiro disse...

Sem dúvida! E quando criamos laços com os livros, ao chegar ao ponto de não querer que a história acabe mais. Acho que é esse o ponto mais alto da união da alma do leitor com toda aquela que o livro tem.
E que bela pintura escolheste :)

Lia Noronha & Silvio Spersivo disse...

Um livro...nos traz algo que nunca perderemos...Amo ler e td que se aproxima do Universo da leitura me fascina.
Bjus mil e obrigada pelo carinho no meu Cotidiano.

DE-PROPOSITO disse...

Os livros poderão ser um bálsamo para a alma. Mas nem sempre. Como em todas as coisas: _'Não há regra, sem excepção'.
Fica bem.
E a felicidade por aí.
Manuel

Å®t Øf £övë disse...

Alexandra,
É impossível não nos identificarmos com essas palavras. Eu diria até que para mim os livros é como se tivessem vida própria.
Beijinhos.

Mocho Falante disse...

não conheço o livro nem o autor, mas adorei a passagem

beijocas

Teresa Durães disse...

comecei e não sei porquê parei. tenho de recomeçar...

beijos

Pedro Arunca disse...

Confesso: não faço viagem sem livro e quando leio viajo.
Tenho uma Wteca e viajo na Air Book.
Beijos, até...

Fernando Pinto disse...

Os livros fazem-nos acreditar que existem outros mundos possíveis...

Abraço

alexia disse...

Eu extendo isso as palavras...acho dificil elas não acarretarem um pouco da nossa alma...talvez porque não sei escrevê-las "desalmadamente":)

Beijo