sábado, setembro 29, 2007

... ...

"Na sua forma mais sublime (...) a música detém um poder universal (...) o cérebro trata as mensagens musicais como se elas viessem do coraçao e não do ouvido. Esta música apropria-se da transmissão e chega ao cérebro não somente enquanto som, mas também como sentimento puro. E que sentimento é este para um organismo vivo senão a enunciação dos estados graças aos quais a natureza compoõe as emoções mais diversas, desde o desejo ardente do inatingível ou da angustia da partida, à febre da aventura, à visita sempre adiada a um lugar desprendido deste mundo? ... Quando esta apropriação acontece, o espírito do ouvinte previligiado tem a sensação de estar às portas da sua vida interior, de estar ligado à fonte da existência, longe, bem longe do quadro mundano da experiência."

Damásio, António R.


BOM FIM DE SEMANA!!

Vivaldi Four Seasons played by Anne-Sophie Mutter

9 comentários:

Isa&Luis disse...

Bom dia com alegria!

Boa escolha, é belissima!

Adoro musica:)

O Virtualrealidade está em festa(dois anos de felicidade) vem partilhar da nossa alegria.

Beijinhos

Isa

Pedro Arunca disse...

Sentimento de si, sentimentos de nós...música do coração, sublime paixão.
Obrigado pelos ecos de si. Aqui sempre vou tendo (boas) notícias.

a.h. disse...

Olá Alexandra,
Belíssima escolha e A. Damásio, citado muito a propósito.
A musica?!
Nem sempre importa o autor, o estilo...Talvez mais que tudo, o que nos faz sentir e/ou reflectir sobre o mais diverso de nós mesmos, das nossas vivências e também do mundo que nos rodeia.
Digo as vezes que a Vida - Viver- será a mais bela arte, onde todas as outras representações do belo se cruzam...
E não só!
Beijinhos,
MJose

Bruxinhachellot disse...

A música é realmente mágica e pode sim transfomar a nossa vida.

Beijos espirais.

Maria P. disse...

Que belíssima escolha!

Bom Domingo!
Beijinho Amiga*

TINTA PERMANENTE disse...

Mais prosaico o vinho e a música alegram o coração, diz o povo...
Abraço

carteiro disse...

Para quê mais palavras? Só cada um de nós sabe o que a música nos faz sentir. Aqueles arrepios indescritíveis, aquelas sensações que muitos julgam ser utópicas, ...
E eu adoro esta interpretação da Anne-Sophie Mutter!

redonda disse...

Gosto desta música :) apesar de aqui me chegar com cortes...:)
E ainda sob a influência de "As Velas Ardem Até ao Fim", que acabei de ler ontem, penso na ideia da música como uma linguagem que pode unir os que a sentem.

Uma boa semana e um beijinho :)

Å®t Øf £övë disse...

Alexandra,
A música ajuda-nos mais do que a gente pensa a superar as agruras da vida. Deve ser por isso que ao longo da vida todos nós vamos criando a nossa própria banda sonora.
Espero que esteja tudo bem contigo.
Beijinhos.